Três percursos pelo Bairro C vão dar em duas criações “Magic Carpets”

0

Ano ímpar é sinal de folga para a arte têxtil, no entanto há sempre espaço para umas curtas residências artísticas. Guimarães acolheu três artistas internacionais que vão apresentar os seus resultados no dia 2 de setembro.

Magic Carpets” pode dizer-se que é um filho adotivo da Bienal de Arte Têxtil Contemporânea de Guimarães, Contextile, da associação Ideias Emergentes. Todos os anos ímpares, a organização convida jovens artistas nacionais e internacionais a pensarem e exporem na cidade berço.

As artistas Lucie Dehrmain (França) e o coletivo Paprat, composto por Iva Peručić e Maja Subotić Šušak, (Croácia) estão em processo de criação com a comunidade do Bairro C e vão expor os projetos finais em locais inusitados como fábricas abandonadas, dando-lhes “nova vida”.

A abertura da nova edição da “Magic Carpets” vai acontecer no dia 2 de setembro, às 18:30, num espaço do Largo da Cidade (ao lado Pousada da Juventude) e na Fábrica do Arquinho (Caldeiroa).

Share.

Comments are closed.