Três companhias apresentam peças de relação com o “poder”

0

O Centro Cultural Vila Flor vai acolher três peças de teatro/circo contemporâneo durante um mês (22 de fevereiro e 6 e 27 de março). O que têm em comum? O “Poder”.

Uma das temáticas mais discutidas de sempre, e com especial destaque também nos últimos anos, vai subir ao palco do grande auditório do CCVF. Uma companhia nacional e duas internacionais vão mostrar outras formas de interpretar este tipo de intervenção com teatro e circo contemporâneo.

A peça “Tierras del Sud” é a primeira a subir ao palco. Os hispono-chilenos Azkona & Toloza vão realizar um teatro documental sobre uma das mais graves crises ambientais da Patagónia.

De um assunto contemporâneo passamos para a recém construída sociedade pelos olhos de Shakespeare em “A Tragédia de Júlio César“, pelas mãos do encenador Luís Araújo e do seu Ao Cabo Teatro.

Este Ciclo do Poder fecha-se com o regresso de Martin Zimmermann. O aclamado artista suíço traz ao CCVF mais uma grande performance de novo-circo em “Eins Zwei Drei“, uma sátira à complexa luta pelo poder entre indivíduos.

A Oficina lançou um passe para os três espetáculos no valor de 20€. Por outro lado, para assistir aos espetáculos individualmente o custo é de 10€ cada.

CICLO PODER 2020

22 de fevereiro:
21:30
-Azkona & Toloza: Tierras del Sud | CCVF

6 de março:
21:30
-Luís Araújo: A Tragédia de Júlio César | CCVF

27 de março:
21:30
-Martin Zimmermann: Eins Zwei Drei | CCVF

Share.

Comments are closed.