Guimarães quer criar rede de recolha biorresíduos

0

Óleos e restos de comida são muitas vezes considerados lixo comum. A cidade berço quer mudar isso e trabalhar uma forma de os reaproveitar.

Representam muitas vezes cerca de 40% dos resíduos urbanos e a maior parte não tem destino. Os resíduos orgânicos, também conhecidos como biorresíduos, são um problema crescente mas com uma solução simples e eficaz.

O Parlamento Europeu estabeleceu a meta de 2024 para um recolha seletiva destes resíduos mas Guimarães quer antecipar-se e trabalhar em estudos para o desenvolvimento de Sistemas de Recolha de Biorresíduos do Fundo Ambiental.

Parte desta operação poderá passar pela instalação de pontos de recolha no concelho e a criação de sistemas de compostagem doméstica e comunitária desenvolvendo assim uma eficaz reutilização de grande parte destes “lixo orgânico”.

Share.

Comments are closed.