Guimarães entra na guerra entre Norte e TAP

0

Em apenas 24 horas várias autarquias do norte do país manifestaram-se contra as novas rotas da TAP no Aeroporto Francisco Sá Carneiro, pós-levantamento de restrições.

Há mais uma voz a erguer-se contra a insuficiência de ligações ao estrangeiro por parte da companhia de transporte nacional TAP. O presidente da Câmara de Guimarães afirma que esta nova política é um “desrespeito para o norte”, pois este é o principal motor da economia.

Em causa está a retoma da atividade por parte da TAP que estima realizar cerca de 250 ligações por semana em julho, mas com o Norte a ficar visivelmente penalizado com poucas viagens diárias e poucos destinos (Luxemburgo, Paris, Lisboa e Funchal).

A Transportadora Aérea Portuguesa foi privatizada em 2015 e desde então que os vários autarcas da região norte se têm queixado do seu serviço em prol de Lisboa.

Fotografia: Direitos reservados

Share.

Comments are closed.