O caminho pinta-se a verde para Guimarães

0

Guimarães tem sido notícia nos últimos dias pelos seus passos em direcção a uma conquista pela sustentabilidade ambiental. “Tropas Verdes” e uma “excelente classificação nas adaptações climáticas” ditam isso mesmo.

A autarquia vimaranense anunciou no passado dia 14 de Fevereiro que “as “questões ambientais são uma prioridade na agenda do Executivo Municipal”. A agilização para punir quem polui o rio Ave e a cooperação entre a Vimagua e as Águas do Norte são alguns pontos chave para o caminho de Guimarães 2030.

A cidade berço foi também uma das cidades a integrar o projecto “Tropas Verdes” do programa europeu URBACT. Um programa que premeia os cidadãos que fazem a reciclagem em cidades como Santiago de Compostela, Budapeste, Nice e outras. Guimarães conseguiu um financiamento de 80 mil euros.

Depois de todos os passos dados nos últimos anos, e apesar de não ter vencido o símbolo de Capital Europeia Verde, Guimarães acaba por ser distinguida pela Carbon Disclosure Project (CDP) considerando-a “uma cidade líder que demonstra melhores práticas em adaptação e mitigação às alterações climáticas”.

Share.

Comments are closed.