Mais despesa na cultura, mas turismo mantém-se

0

O Instituto Nacional de Estatística lançou os dados sobre 2014 no passado mês de Dezembro da região Norte de Portugal. O concelho de Guimarães apresenta números curiosos face ao período homologo anterior.

O Instituto Nacional de Estatística passou a região Norte a pente fino e apresentou dados para análise, mas comecemos pelos números do turismo. Portugal apresenta uma média de 3,4 noites por estrangeiro ao passo que Guimarães continua a não conseguir chegar às duas noites. A cidade berço tem, no entanto, um outro problema: os meses de Verão continuam com uma baixa percentagem em relação aos municípios vizinhos.

Nestas estatísticas são vistos também outros números. Guimarães tem cerca de 1824 camas disponíveis entre os serviços hoteleiros (13), alojamento local (8) e rural(5).

Em relação à área cultural, Guimarães continua a ser dos conselhos do Norte que mais aposta nesta arte. Com uma tranche definida em cerca de 6 milhões de euros, apenas é ultrapassada pelo Porto (8 milhões) e seguida de perto por Famalicão (5 milhões). Com alvo bem definido, o Vereador da Cultura vimaranense vai reunir-se com o Ministro João Soares, para debater pontos importantes acerca desta área económica tão importante para a cidade, pois ainda estão por esclarecer vários pontos como a gestão da Plataforma das Artes e ainda o saldo da dívida relativa à Extensão do Museu de Alberto Sampaio.

Share.

Comments are closed.