Vimaranenses levantaram 100 livros por dia em 2017

0

Em plena era digital, as bibliotecas municipais de Guimarães registaram um crescimento de leituras ao domicilio e um destaque muito positivo na média nacional.

Em 2017 os leitores registados nas bibliotecas Raul Brandão (Guimarães), Lordelo, Taipas e Pevidém levantaram 33 mil e 775 títulos, na sua larga maioria no edifício central localizado em pleno centro histórico. O livro mais requisitado foi “Memorial do Convento” de José Saramago, levantado 43 vezes no ano transacto.

Após um ano de celebração de Raul Brandão, a biblioteca que lhe dá o nome registou 982 novos leitores, salientando assim o grande número total de 41 mil 499 leitores registados. No entanto, há uma média de 100/120 utilizadores diários na Biblioteca Raul Brandão.

Os escritores mais requisitados são na sua maioria portugueses como José Saramago, Jorge Amado, Raul Brandão, José Rodrigues dos Santos ou Eça de Queiroz, mas também há internacionais como Jane Austen, Gabriel García Marquez ou Nicholas Sparks.

Fotografia: Aaron Burden

Share.

Comments are closed.