Projecto vimaranense convocado para Valleta 2018

0

Depois da sua estreia no CAAA em Maio passado, o MODS Collective tem nova apresentação, e desta vez fora de portas lusas. A Capital Europeia da Cultura de 2018 em Malta é a anfitriã.

O nome MODS é um trocadilho feito em inglês que significa “Music on D spot”, o que em português pode ser traduzido por música feita no local. O projecto é acompanhado por 7 músicos e projecção de filmes de Maya Deren e JG Ballard que darão luz e movimento a um cenário que irá variar de espectáculo para espectáculo.

O grupo formado por músicos, quase todos eles vimaranenses, faz assim a sua primeira internacionalização na actual Capital Europeia da Cultura do Mediterrâneo em Março de 2018. Mas antes, dá ainda uma passagem pela Noite Branca de Braga.

A sua formação original conta com Carina Albuquerque (violoncelo), Pedro Teixeira (Oboé, Corne Inglês e Duduk), Samuel Coelho (Violino), João Filipe (Guitarra), Pedro Oliveira (Bateria/eletrónicas), Pedro Gonçalves de Oliveira (bateria) e Ricardino Lomba (Eletrónicas).

Share.

Comments are closed.