Não é só Guimarães. Arriva abandona Vale do Ave e AM Porto

0

A partir de janeiro a Arriva deixa de operar em vários pontos do norte de Portugal. A operadora de transportes públicos vai abandonar a sua operação no Vale do Ave e Área Metropolitana do Porto no fim de dezembro.

A empresa Arriva vai deixar de prestar serviços de transporte público de passageiros no território nacional. O comunicado encontra-se expresso no site da empresa controlada pela entidade ferroviária Deutsche Banh que está a deixar os municípios das áreas afetadas com trabalho extra para encontrar soluções para estes utentes.

A não renovação da concessão anual automática e a não validação no novo concurso público fizeram com que esta empresa deixe mais de meio milhão de pessoas com os pés na terra e sem soluções de mobilidade em vários concelhos do baixo Minho e área metropolitana do Porto.

Entretanto, vários municípios garantem que a empresa Transdev vai operar em diversas linhas da extinta concessão da Arriva, garantindo que os utilizadores não serão afetados por esta nova fase do transporte público intermunicipal. Fafe, Trofa, Póvoa de Varzim, Famalicão e Santo Tirso já firmaram acordos com a Transdev.

Diversas comunidades intermunicipais, nomeadamente a CIM do Ave, que corresponde a Guimarães, estão já a elaborar um plano a longo prazo para uma grande concessão de transportes públicos a partir de 2022. De lembrar que o serviço TUG, Transportes Urbanos de Guimarães, é gerido pela empresa Arriva que abandona também a operação concelhia a 31 de dezembro.

Share.

Comments are closed.