Bloom Consulting dá o mote para o futuro do turismo

0

Guimarães quer perceber quão atractiva é a cidade para o turismo interno e externo. Na Pousada Santa Marinha da Costa, a entidade responsável pelo estudo referiu problemas e soluções para todo o território concelhio.

Para contrariar a ideia de que Guimarães é o Castelo e o Paço dos Duques, a Bloom Consulting apresentou-se pela segunda vez na cidade berço para divulgar o estudo prometido em Julho passado. Finalizada a primeira parte da ordem de trabalhos, o director geral, Filipe Roquete anunciou parte dos problemas e ainda apresentou soluções.

Realçar todo o território e munir a cidade com melhores condições de transportes foi um dos pontos críticos mais enunciados na Pousada Santa Marinha. No entanto outros aspectos foram apontados como pontenciadores de uma boa comunicação para o turismo como as palavras “bairrismo”, “cultura” ou “tradição”.

CRIAR A MARCA GUIMARÃES
Sendo Guimarães “o berço da nação”, esta não é suficientemente forte para captar novos públicos. O estudo da Bloom Consulting desafia para a segunda fase, um grupo de trabalho que consiga decifrar algumas das potencialidades da região e assim destacar a cidade como uma marca internacional.

Alguns dos aspectos negativos apontados à cidade é a falta de agentes turísticos com planos de entretenimento/ocupação para fazer prolongar a estadia que hoje em dia não ultrapassa, em média, mais de 24 horas.

Mais pormenores do estudo podem ser conhecidos aqui.

Share.

Comments are closed.