Três palcos e uma bolsa para criação nacional

0

Guimarães responde ao apelo do Teatro Nacional D. Maria II, em Lisboa, com uma ajuda no projecto de criação nacional. A Bolsa de Criação de Amélia Rey Colaço disponibiliza um total de 18.500€.

Até 30 de Março todos os actores e/ou companhias de teatro que desejem criar um espectáculo podem candidatar-se à Bolsa de Criação Amélia Rey Colaço. A iniciativa parte do Teatro Nacional D. Maria II e conta com o apoio do Centro Cultural Vila Flor em Guimarães e a associação O Espaço do Tempo em Montemor-o-Novo.

As candidaturas para a bolsa que assinala o aniversário dos 120 da fundadora da sua própria companhia que funcionou no espaço cultural lisboeta até à data do seu incêndio, em 1964.

A apresentação do resultado deverá ter o seu início em Maio de 2019.

Share.

Comments are closed.