Guimarães terá nova praça no Verão

0

O antigo Largo de Donães será devolvido à cidade com a demolição do edifício que albergou a Casa dos Pobres. Para esta praça está prevista a plantação de laranjeiras e de uma escultura em ferro, numa segunda fase.

Moradores e comerciantes vêm com bons olhos este “novo” largo, até porque era há muito desejado. “Não era por ser a casa dos pobres, mas sim porque o edifício não se enquadrava com a arquitectura medieval da restante zona”, referiu um morador, afirmando desconhecer ainda como será a nova espaço do Centro Histórico.

A autarquia vimaranense aposta numa recuperação da antiga planta do século XVI, que trará de volta a calçada portuguesa nas suas vielas e um largo lajado do granito castanho tão bem conhecido dos vimaranenses.

Mas não é apenas esta obra que decorre nesta parte do Centro Histórico, pois ao mesmo tempo está a ser reabilitada a antiga Casa de Donães para se tornar a nova sede da ACT Autoridade para as Condições do Trabalho. “Pode dinamizar o comércio e criar mais valor a uma zona que não tem o mesmo produto histórico de outras praças. Os turistas não vêm aqui por verem algo velho e descontextualizado.”

Quanto à antiga Casa dos Pobres, a questão já tinha sido resolvida pela Câmara Municipal de Guimarães, que transferiu os serviços de cozinha, albergue, balneário e lactário para um edifício junto ao Mercado Municipal de Guimarães, dando-lhe um novo nome de Cantina Económica.

Share.

Comments are closed.