Vai-m’à Banda 2018

0

Conhecido o programa do Vai-m’à Banda 2018, a acontecer no próximo sábado, dia 25 de Agosto, é tempo para começar a preparar o roteiro dos petiscos e iguarias das tascas que vão receber a segunda edição do mais peculiar mini-festival português.

Para quem não sabe, o festival Vai-m’à Banda teve início em 2017, pela mão da editora vimaranense Revolve. Com selo estampado de sucesso, seria de esperar a continuação deste pequeno grande evento de entrada gratuita nas várias tascas de Guimarães, com música ao vivo acompanhado de vinho “pinta-lábios” e comida caseira.

No ano de estreia, o novo filho da Revolve trouxe música de qualidade a três tascas de Guimarães, também estas de qualidade demonstrada, até, pelas criticas positivas do público quanto à música como à típica gastronomia minhota.

No cartaz do ano transacto constavam nomes como Luís Severo, Filho da Mãe, Moderno, Bispo e o vimaranense José Garcia. Este ano o elenco melhora e estão convocados nomes como Tó Trips, The Legendary Tigerman, Suave Geração. Mas há também espaço para os vimaranenses Toulouse e Mathilda. Mas vejamos o programa mais abaixo.

Atenção que para além do vinho e da música, há também a oportunidade para matar saudades de um tipico transporte vimaranense muitas vezes esquecido: o Teleférico da Penha.


TUDO COMEÇA NA TASCA EXPRESSO
Apesar do nome, aqui tudo se faz com muita calma. Vai daí o arranque do Vai-m’à Banda 2018 ser com a calma e doce voz de Mathilda. A vimaranense faz estender os toalhetes da pequena Tasca Expresso a partir das 15:00 com os seus instrumentos de cordas.


DE TELEFÉRICO PARA O ERMITÃO
Já diziam os velhos que “as tascas não são para meninos” – mas o teleférico com uns bons copos também não se recomenda – ainda para mais com um anfitrião como Tó Trips. Na Adega do Ermitão, no cimo da Penha, estão prometidas mais umas especialidades do Minho como as bolas com sardinha e carne, bolinhos de bacalhau, croquetes e um bom verde tinto. A viagem no Teleférico da Penha tem o custo de 1€ a quem apresentar a pulseira, que será distribuída pela organização na Tasca Expresso.


DO ERMITÃO PARA O TROVADOR (VIA TELEFÉRICO)
Se as viagens nas pequenas cabines brancas não causarem enjoos, o melhor é prosseguir para o Largo do Trovador onde serão recebidos de braços abertos por caras bem conhecidas das tascas vimaranenses, como o Tio Júlio ou o pessoal da Taberna do Trovador. Às 19:30 em ponto, e enquanto se “janta”, sobem ao palco Suave Geração e os “putos” Toulouse. A fechar a noite, e a segunda edição do Vai-m’à Banda, há concerto de Legendary Tigerman e Dj Fitz.

De lembrar que todo este roteiro é de entrada gratuita. O acesso ao Teleférico da Penha (6 pessoas por cabine) será por ordem de chegada e cobrado 1€ aos portadores de pulseira, que será válido ida e volta.

Share.

Comments are closed.