UMinho aponta à mobilidade e lança-se para a NASA

0

Nos últimos dias a Universidade do Minho tem sido notícia pelas melhores razões. A cooperação entre a academia e a Infraestruturas de Portugal e um professor que integra um painel da NASA são os motivos.

Pedro Arezes, professor e presidente da Escola de Engenharia da Universidade do Minho, vai integrar o painel de avaliação da agência espacial NASA sendo o único português entre os 60 cientistas em todo o mundo destacados para este feito.

Natural de Barcelos mas a residir em Guimarães há 30 anos, o minhoto vai trabalhar nas áreas da saúde e o desempenho da tripulação nas explorações humanas fora da órbita terrestre. Recentemente Pedro Arezes esteve envolvido na criação e fatos espaciais em missões de longa duração com o MIT, o que lhe valeu o passaporte para a NASA.

Mas há também novidades “nacionais”. A Escola de Engenharia vê também reforçada a sua parceria com a Infraestruturas de Portugal com um novo protocolo de cooperação no domínio da investigação, nas áreas da mobilidade, transportes, energia, ambiente e construção.

A parceria vigora por três anos e prevê acordos-programa para projetos em domínios de interesse comum; ações conjuntas de formação e investigação; serviços de assessoria, formação e apoio técnico e especializado nos domínios das infraestruturas de transporte; e investigação orientada abordando casos de estudo da IP.

Share.

Comments are closed.