Um quadro, quatro pintores e uma venda que reverte para a Refood

0

Após o desconfinamento, quatro pintores vimaranenses colocaram mãos à obra e conceberam uma obra “a quatro mãos”. O resultado, um quadro de dois metros por três e uma doação à Refood Guimarães.

Durante um mês quatro artistas locais, Zé Teibão, Luís Canário Rocha, Igor Gonçalves e Rafael Oliveira, habitaram a praça interior do Instituto de Design de Guimarães para responderem ao desafio proposto pelo Município de Guimarães, o des-CONFI(n)AR. O resultado é “Meia”, uma obra em forma de “Quarteto de Pincéis para uma tela só”.

A pandemia levou a que muitos artistas provassem que não estavam adormecidos e colocaram mãos à obra. Com a ajuda da autarquia, este quarteto concebeu uma pintura numa tela gigante a quatro mãos e o resultado foi visto durante vários dias naquele atelier improvisado.

Desde cedo que se sabia que uma parte do valor do quadro seria doado a uma instituição solidária. Escolhida a associação, uma parte do valor da venda será doado à Refood Guimarães, que nos últimos tempos ficou sem mãos a medir com tantos pedidos de ajuda.

Share.

Leave A Reply