Transportes em Guimarães. O que muda para já

0

A revolução dos transportes também chegou a Guimarães, mas ainda de forma muito tímida e mais dedicada às faixas etárias mais jovens.

A autarquia vimaranense apresentou um novo plano para o futuro dos TUG na semana passada. A nova concessão irá iniciar-se em Agosto de 2020 e esta sim será a maior transformação local nos transportes.

GUIMARÃES JÁ CONTA COM REDUÇÕES DE PREÇOS
Para já os efeitos são mais visíveis nos estudantes de todo o concelho. Os alunos do secundário que residam a mais de 3 km da sua escola terão um passe gratuito e de 50% de desconto no período de férias. Também os alunos que residam a menos de 3 km terão um desconto de 50%. Jovens até aos 18 anos também estão abrangidos neste último termo.

CP ALINHA-SE COM A CIDADE
Os portadores do passe da CP com origem ou destino da cidade berço terão agora acesso ao passe da Linha da Cidade com um desconto de 7€ comparticipado para Câmara Municipal.

GUIMARÃES LEVA A MAIOR FATIA DOS CONCELHOS DO AVE
Todas as comunidades inter-municipais estão aptas para fazerem parte desta revolução dos passes sociais. A CIM do Ave, da qual fazem parte concelhos como Famalicão, Braga ou Mondim de Basto, arrecadou um total de 1,3 milhões de euros para implementar na sua região sendo que a cidade berço fica com um valor superior a 500 mil euros.

MAIS UM AUTOCARRO ELÉCTRICO PARA O BERÇO
Guimarães irá receber mais um autocarro eléctrico, desta vez “oferecido” pelo governo. O veículo faz parte da frota de 709 novos autocarros eléctricos e a gás que as cidades vão receber.

TELEFÉRICO DE GUIMARÃES A 1,5€ PARA OS VIMARANENSES
Não são só os transportes rodoviários que vão ter descontos. Também o Teleférico apresenta-se com novas tarifas para os residentes no concelho. O bilhete de ida e volta passa a custar 1,5€ mediante a apresentação do Cartão do Cidadão. Se a viagem for de um só sentido o valor é de 1€.

CIM DO AVE ESTARÁ A REPENSAR OS TRANSPORTES
Mais ligações entre municípios ou um passe único para toda a região são alguns dos projectos em cima da mesa na região do Ave. À semelhança do que acontece nas principais áreas metropolitanas de Portugal, o Ave poderá apresentar mais iniciativas até Maio.

Share.

Comments are closed.