Taxa turística avança em junho e só para as primeiras duas noites

0

Estão definidos os moldes para a implementação da taxa turística em Guimarães. A medida entra em vigor em junho de 2020 e terá um custo de 1,5€ por noite.

Acima dos 21 anos e apenas para as primeiras duas noites. Estes são apenas alguns dos pontos que definem a cobrança da autarquia vimaranense às unidades hoteleiras e que será implementada entre os meses mais concorridos do ano, ou seja, entre maio e outubro.

Em reunião de câmara e com os votos favoráveis da maioria socialista, a taxa prevê ainda alguns isenções, como o turismo de saúde, clubes desportivos ou reservas de entidades públicas. No entanto espera-se que este novo imposto sirva para fomentar alguns aspetos da cidade como limpeza e cultura.

Apesar dos votos contra da oposição vimaranense, Domingos Bragança, presidente da Câmara Municipal, salientou que Guimarães tem sobrelotação de unidades e que não há oferta encontrando-se muitas vezes turistas a pernoitarem em cidades como Braga, que também conta com a taxa homologa de 1,5€.

APESAR DA TAXA HÁ CADEIAS A ESCOLHEREM GUIMARÃES
As recentes enchentes de turistas na cidade provocaram novos pedidos de licenciamento. Em cima da mesa estão quatro novos hotéis, um já definido que será na zona de Urgezes, com vista para a cidade, da cadeia Conrad que deverá construir um hotel de “categoria superior” com cerca de 120 quartos.

Outras duas unidades hoteleiras estão com pedidos de informação prévia para as zonas do Parque da Cidade, na Costa, e também perto da Universidade do Minho em Azurém.

Share.

Leave A Reply

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.