Setembro/dezembro: Oficina fecha cartaz para quatro espaços

0

De uma assentada só, a cooperativa cultural vimaranense Oficina apresentou a programação para os últimos meses de 2021 em quatro espaços: CCVF, CIAJG, Loja Oficina e Casa da Memória.

Dois festivais, uma mostra de teatro, concertos, espetáculos diversos, oficinas, visitas guiadas e muito lazer para disfrutar por estes meses. Guimarães terá uma agenda preenchida para os próximos meses e o FreePass vai fazer um pequeno resumo dos principais destaques.

MANTA ABRE AS PORTAS AO REGRESSO AO NOVO NORMAL
O Manta com Sílvia Perez Cruz e Mallu Magalhães dão as boas vindas ao público com a possibilidade de haver menos restrições sanitárias no futuro. Apesar de ser um evento no exterior, a metereologia não deixa ainda assegurar um Manta como habitual. Os bilhetes para aceder ao mini-festival poderão ser levantados 3 horas antes do início de cada espetáculo.

TEATRO COM PRATA DA CASA E ESTREIAS
O já anunciado Please, Please, Please de La Ribot, Mathilde Monnier e Tiago Rodrigues fazem soprar as velas do Centro Cultural Vila Flor. O regresso das Oficinas do Teatro Oficina, novas criações através do PACT, um regresso ao ativo do Gangue de Guimarães e a Mostra de Amadores de Teatro são alguns dos programas internos em destaque. Em dezembro há o regresso de Albano Jerónimo com a estreia de Orlando e de Sara Barros Leitão com um monólogo sobre as mulheres no trabalho.

A MÚSICA ESCUTA-SE COM 75% DA CAPACIDADE
A reposição do espetáculo de Manel Cruz, a estreia de Alice Phoebe Lou e a descida ao Café Concerto para celebrar os velhos tempos com grandes concertos (Glockenwise incluídos) são algumas das novidades para estes meses. O Guimarães Jazz também tem o cartaz quase fechado onde se destaca a multiculturalidade dos músicos que irão marcar presença nesta 30ª edição.

LOJA OFICINA AVANÇA COM PROGRAMAÇÃO
A Loja Oficina apresenta um vasto programa com artistas e artesãos. Elevar o património artesanal e também o legado de Alberto Sampaio no património industrial vimaranense são alguns dos objetivos. Grande parte deste programa pode ser consultado nesta agenda.

CIAJG TEM NOVO CICLO EM OUTUBRO E UMA VASTA PROGRAMAÇÃO
O Centro Internacional das Artes José de Guimarães volta a ter em destaque o colonialismo e o património do seu mentor em destaque com um programa dedicado denominado de Devir Desenho. Priscila Fernandes vai também ocupar um dos andares deste edifício com Escola do Lazer, enquanto Rodrigo Hernandez expõe acerca do Colosso com a Marcha Gualteriana. Conversas, visitas e a preparação dos 10 anos de CIAJG fecham esta última temporada de 2021.

DENTRO E FORA DE PORTAS DA CASA DA MEMÓRIA
Uma vez que não foi possível celebrar o aniversário da Casa da Memória, no dia 25 de setembro há festa com entradas gratuitas, oficinas, narração oral, comida e bebida. Daniel Pereira Cristo apresenta também o resultado da sua residência artística com sons da cidade. Os percursos pela cidade voltam a fazer parte do quotidiano com destaque a um roteiro pelo comércio tradicional local.

Share.

Comments are closed.