Já há movimentos de ajuda à Ucrânia. Sabe onde e como podes ajudar

0

O movimento cívico e social vimaranense encontra-se em várias frentes para ajudar os desalojados vitimas da Guerra da Ucrânia. Um dos destaques será a vigília que está programada para o Largo do Toural, esta quarta-feira.

24 de fevereiro de 2022 será assumidamente uma data marcante para a Europa e para o mundo. Ainda sem desfecho dos primeiros acontecimentos, o país do leste Europeu confrontou-se com uma ocupação indevida, algo que já não acontecia há cerca de 70 anos na Europa. São muitos os países e cidades a ajudarem e a abrirem portas aos refugiados ucranianos, e Guimarães não falha à chamada.

CRUZ VERMELHA
É a maior campanha a decorrer na cidade berço. A delegação de Guimarães da Cruz Vermelha juntou-se ao Município de Guimarães e às juntas de freguesia para recolher e transportar bens angariados no concelho. Produtos de higiene (artigos de higiene pessoal, toalhitas, fraldas para crianças e idosos), cobertores, almofadas, mantas, sacos-cama (novos) e ainda produtos de farmácia (ex: paracetamol ou compressas). Todas as informações podem ser encontradas aqui.

PORTUGAL FOR UKRAINE
O governo de Portugal lançou uma plataforma que poderá facilitar o acesso a emprego de refugiados ucranianos. Lança no último dia de fevereiro, em pouco mais de 24 horas, a plataforma contava já 2000 ofertas de emprego. Para além desta plataforma, o governo prometeu ainda uma facilidades no acesso a cuidados de saúde e segurança social. As empresas que desejam apresentar propostas de emprego, podem fazer através deste link.

PEVIDÉM SPORT CLUBE
Um atleta das camadas jovens do clube desportivo da vila de Pevidém pediu e todo o coletivo se juntou à iniciativa. O Pevidém Sport Clube está a recolher diversos bens, inclusive materiais de primeiros socorros, enlatados, garrafas de água, bens para recém-nascidos ou rações para animais. Mais informações podem ser acompanhadas através dos canais do Pevidém Sport Clube.

ASSOCIAÇÃO ACADÉMICA DA UNIVERSIDADE DO MINHO
Também os estudantes do ensino superior estão solidários com os últimos acontecimentos na Ucrânia. A AAUM econtra-se a recolher bem nas suas sedes dos campus de Azurém, em Guimarães, e Gualtar, em Braga. Os pedidos não diferem muito dos outros pontos de recolha, com destaque para os medicamentos, comidas para recém-nascidos e crianças e ainda mantas e cobertores. Todas as dúvidas podem ser esclarecidas aqui.

JUNTAS DE FREGUESIA
Em conjunto com a autarquia e Cruz Vermelha, as juntas de freguesia serão pontos estratégicos para a recolha de bens essenciais para enviar para a Ucrânia. Todo este movimento será coordenado pelos serviços de ação social do Município de Guimarães e pela Delegação de Guimarães da Cruz Vermelha. Primeiros transportes devem partir já no dia 5 de março.

GRUPO DE FACEBOOK DE AJUDA À UCRÂNIA
Portugueses e residentes ucranianos no concelho de Guimarães criaram também um grupo de Facebook para organizar e facilitar vários transportes e pedidos que possam surgir dos internautas. O grupo serve também para apontar outros locais de recolha no concelho de Guimarães. Há também o grupo “Ajudar o Próximo Guimarães” que também mostra algumas iniciativas.

VIGÍLIA PELA PAZ
O Largo do Toural será também o palco da manifestação pacífica pela paz na Ucrânia. A organização está a ser trabalhada pelas entidades religiosas de Guimarães e o encontro está previsto acontecer por volta das 21:30 do dia 2 de março.

Share.

Comments are closed.