Há estudos para novos acessos na zona norte da cidade

0

A zona do campus de Azurém da Universidade do Minho foi alvo de estudos de mobilidade. Os seus responsáveis apresentam agora os resultados.

Uma malha urbana cada vez mais interligada para assim criar novas zonas de habitação, comércio e serviços é o principal objetivo deste estudo que abandona antigas fórmulas urbanísticas de que se guiavam as cidades.

A criação de uma nova via de trânsito entre “as traseiras da Esquadra da PSP e Quintã” e a zona do Século XIX é uma das principais soluções e pode significar um fluxo mais direto e coeso para esta zona já densamente transposta.

A par da nova via, e de outras que se podem formar acima do Campus de Azurém, o estudo aponta para a construção de uma plataforma intermodal de transporte público e aparcamento automóvel, promovendo assim num dos pontos cruciais para melhoria desta zona universitária.

A autarquia vimaranense afirma ainda que estes estudos têm contribuído significativamente para a melhoria de qualidade de vida dos vimaranenses, como foram os casos de Silvares (já em execução), Caldeiroa/D. Afonso Henriques, Monte Cavalinho e Cruz de Pedra.

Share.

Comments are closed.