Guimarães na rota dos Encontros da Imagem

0

O Festival Internacional de Fotografia e Artes Visuais voltam a ocupar diversos equipamentos culturais da região do Minho e Douro. A cidade berço acolhe três exposições, entre o dia 17 de setembro e 31 de outubro.

Com o tema Génesis 2.1, a organização pretende dar continuidade ao tema e ao projeto iniciado na edição do ano passado. A cidade berço acolhe três exposições do festival em locais distintos. Os Encontros da Imagem passam ainda pelas cidades do Porto, Barcelos, Braga e Avintes.

“Aftermath”, de David Burnett, fica patente no Paço dos Duques de Bragança, “E por momentos a forma das coisas desapareceu”, de Joana Dionísio, ocupa o CAAA – Centro para os Assuntos da Arte e da Arquitetura, enquanto o B-Lounge da Universidade do Minho recebe a exposição “Behind Open Doors”, de David Creedon.

Criados em 1987, os Encontros da Imagem constituem o maior festival de fotografia existente no país e tem como objetivo a divulgação e criação fotográfica, promovendo não só o conhecimento de artistas emergentes, como também a aquisição de novas aprendizagens.

Share.

Comments are closed.