Guimarães e Braga com 200 milhões para ligação direta

0

Após o Governo apresentar os novos projetos de transporte em Portugal, Guimarães e Braga ficaram a saber que irão contar com 200 milhões de euros para a criação de um corredor direto.

Metro ou Bus Rapid Transit (BRT). Estas são as soluções de mobilidade que estão em cima da mesa e que serão apoiadas e sustentadas pela Universidade do Minho que realizará todos os estudos necessários à criação do projeto.

O projeto contempla um troço de 25 km entre os dois concelhos vizinhos, no entanto ambas querem implementar a ligação no seio das suas cidades com a linha a passar por certos pontos estratégicos. Estas “extensões” podem tornar a futura ligação um pouco mais demorada mas ao mesmo tempo pode unir zonas periféricas aos grandes centros urbanos.

Em Guimarães os planos passam por ligar as freguesias de Moreira de Cónegos e Lordelo ao centro da cidade com uma especial atenção ao principal campus da UMinho, em Azurém. Taipas e AvePark são ainda locais-chave para a passagem do futuro corredor direto.

Este projeto tem um prazo de conclusão de 10 anos e os primeiros estudos já estão em marcha há dois meses. O corredor terá de responder a determinadas caraterísticas como a sustentabilidade ambiental ou a sua rentabilidade financeira.

Share.

Comments are closed.