Estreia de Carlos A. Correia vai correr o país para dar voz à cultura independente

0

O novo projeto de Carlos A. Correia empresta a “Voz à cultura independente” com a estreia do seu filme “Síncope”. 10 espaços do circuito artístico independente em Portugal vão transmitir em simultâneo o novo trabalho do artista vimaranense.

Do Clube de Vila Real ao Desvio em Lisboa, passando pela Associação CAL em Ponte de Lima ao Oub’Lá de Guimarães, todos vão transmitir “Síncope” no domingo, dia 18 de abril, às 21:00, mas outros poderão ainda juntar-se ao novo projeto de um dos membros fundadores do projeto de comunidade vimaranense Outra Voz.

“Síncope” é uma reação inevitável às mudanças do quotidiano com música, performance e poesia, que coloca em vídeo todos estes desígnios e anseios. O projeto conta com participações de Pedro Ribeiro, Sandra Barros e de outros artistas com que Carlos A. Correia se cruza regularmente.

Guimarães será palco ainda de uma breve apresentação que terá lugar no Cor de Tangerina com direito a jantar, mas limitado a 24 pessoas, o máximo que a esplanada pode receber devido às circunstâncias relativas à Covid-19. As inscrições estão abertas e podem ser dirigidas ao próprio artista.

Este evento irá acontecer um dia depois, 19 de abril, às 20:00, da estreia de “Síncope”, que irá decorrer CAL – Associação Cultural, Carmo’81, Cave Avenida, Club de Vila Real, desvio, Espaço BIRRA, Oub’Lá, MAR – Movimento Artistico de Refóios, Salao Brazil e Tago Mago.

Share.

Comments are closed.