Espaços de Guimarães que todos vamos ter saudades

0

A pandemia, entre outras coisas, vieram tirar alguns dos mais belos locais da restauração ao quotidiano dos vimaranenses. Eis uma lista para lembrar alguns dos mais icónicos.

Foram espaços que sempre tiveram boa aceitação do público e que infelizmente não resistiram às intempéries dos confinamentos. Abaixo fazemos uma lista com alguns espaços que fecharam e que vão deixar saudades.

MORABEZA
Foi o primeiro, e até agora único, restaurante cabo-verdiano a existir em Guimarães. Foi também o primeiro a admitir que um confinamento não seria vantajoso para o negócio fechando logo nas primeiras semanas da pandemia de Covid-19. A gastronomia vimaranense fica assim mais pobre.

NOVITÃ
Os gelados mais saudáveis de Guimarães eram aqui confecionados em modo artesanal. Frutas frescas em sabor de gelado davam a este pequeno espaço a memória de bons paladares que por aqui passavam, numa das artérias mais movimentadas da cidade; a Alameda de S. Dâmaso.

BAR DA RAMADA
Outra das vítimas da pandemia de Covid-19 foi o Bar da Ramada que neste momento estará em processo de seleção de uma nova gerência. É uma das esplanadas mais alternativas da cidade e um dos locais mais frescos no verão e sem chuva no inverno.

RUA NOVA BREWPUB
Este Brewpub colocou uma cidade inteira a provar cervejas artesanais fabricadas no próprio espaço. O Rua Nova Brewpub veio mostrar uma nova faceta desta pequena rua de má fama para muitos que se podia tornar em mais um ponto de paragem da movida vimaranense. Ainda que de portas fechadas, o bar pode voltar a abrir, mas sem data para a reabertura.

ORZHOV
A Orzhov era um local de culto para os amantes de jogos de tabuleiro. Com duas localizações diferentes na bagagem, a pequena loja da Orzhov era também um local onde decorriam jogos com vários vimaranenses a dirigirem-se a este local para grandes batalhas, inclusive de Magic, o icónico jogo de cartas mundialmente conhecido.

Share.

Comments are closed.