Em marcha lenta pela sobrevivência

0

Vários setores de atividade de Guimarães vão sair este sábado em marcha lenta assinalando várias propostas que podem ser benéficas para a economia local.

O estado em que vários setores da economia local chegou deixa alguns dos seus empresários e trabalhadores sem grandes possibilidades de sobrevivência do seu negócio ou posto de trabalho. O evento é convocado pelo Facebook para as 9:30, com um buzinão entre as 9:45 e as 10:00, no Campo de S. Mamede.

O evento, que conta com o apoio da Associação Vimaranense de Hotelaria, pretende reunir mais de duas centenas de pessoas de áreas como restauração, cultura, comércio, produtores ou distribuidores.

A organização revela ainda que não existe qualquer ligação partidária ou de movimentos anti saúde pública, sendo por isso, um protesto pacífico e sem intenções de causar qualquer distúrbio.

O protesto deverá finalizar-se no Largo do Toural, antes do recolher obrigatório imposto aos fins de semana, às 13:00. O manifesto que acompanha este protesto pode ser lido na íntegra aqui.

Share.

Leave A Reply